DOR NAS COSTAS, COMO TRATAR E EVITAR!


80% das pessoas já tiveram ou terão dor nas costas em algum momento de suas vidas, então, nada melhor do que umas dicas para evitar esse incomodo!

Vamos falar um pouco sobre os principais tipos de dor nas costas e suas principais causas assim, você ficar por dentro e se prevenir! Nós da InoveFit ajudamos no seu tratamento com excelentes profissionais em diversas especialidades.

Onde dói?


 Coluna Cervical

As dores acontecem principalmente por causa do sedentarismo e da postura incorreta ao usar o computador e ao ler

Coluna Toráxica

A principal causa da dor é a falta de exercícios para fortalecer os músculos que sustentam a coluna. É a área que concentra a menor parte das queixas de dores nas costas. Geralmente, são dores musculares ou fraturas nas costas

Área da Coluna Lobar

Concentra a maior parte das queixas de dores nas costas. As principais causas da dor são de origem mecânica e postural, quando o indivíduo faz posições repetitivas e não compensatórias.

90% das pessoas saem de uma crise aguda em menos de 3 semanas

O que dói?


Dor Muscular

Responsáveis pela sustentação da coluna vertebral, é comum pacientes reclamarem de dores musculares e distensões (quando o músculo estica demais). Distensão é um rompimento parcial ou total das fibras musculares e ocorrem após esforço extremo do músculo, costumam ir embora em 4 ou 5 dias, normalmente. Para prevenir as distensões, mantenha o músculo fortalecido e alongado, mas tome cuidado para não ultrapassar seu limite.

Articulações e ossos

Articulações são responsáveis por esticar, dobrar e movimentar nossa coluna vertebral. Veja lesões mais comuns:

  • ArtroseCom o passar do tempo, a cartilagem – tecido esbranquiçado, liso e elástico – que envolve as articulações, inclusive as da coluna, pode se desgastar. Quanto mais a cartilagem se deteriora, mais os ossos se atritam diretamente entre si, o que causa crepitações, inflamação, dor e limitação de movimentos.Causas: a idade avançada é a principal causa, mas movimentos repetitivos, sedentarismo, obesidade e tabagismo também podem contribuir para o aparecimento da doença.
    Sintomas: dores localizadas
  • Bico de PapagaioConhecido como osteofitose, o bico de papagaio é uma formação óssea anormal que acontece, em muitos casos, como forma de defesa do corpo para absorver melhor a sobrecarga de uma articulação. É como se a coluna criasse um “prolongamento” ósseo para compensar algum desvio.Causas: Costuma atingir pessoas com mais de 60 anos. No entanto, jovens também podem desenvolvê-la. A chance aumenta quando há sobrepeso e sedentarismo.
Nervos

Os nervos são responsáveis pela movimentação do nosso corpo e pela sensibilidade. São eles que levam os estímulos para nossos membros inferiores e posteriores.

  • Entenose espinhal

    Quando o espaço dedicado a eles na coluna vertebral (uma espécie de cano) diminui, os nervos são pressionados, causando dor.Causas: a pressão acontece por vários motivos, como idade, desgaste nas articulações e degeneração dos discos.
    Sintomas: dor que irradia para pernas e braços, dormência, fraqueza, diminuição da sensibilidade nos pés.
Discos

Os discos funcionam como uma espécie de amortecedor entre as vértebras. São “recheados” gelatinoso que absorve água. Veja as lesões mais comuns:

  • Hérnia de discoO problema é mais comum nas regiões lombar e cervical por suportarem mais carga e estarem mais sujeitas a movimentos repetitivos. Com o passar do tempo e movimentos repetitivos, os discos se desgastam e o material gelatinoso sai da posição normal e começa a pressionar os nervos que saem da coluna.Causas: predisposição genética, envelhecimento, falta de atividade física, tabagismo e carregar ou levantar muito peso.
    Sintomas: queimação, dormência, formigamento, perda de força muscular.
  • DegeneraçãoCom o tempo, os discos perdem a capacidade de reter água. Logo, tornam-se mais finos. O resultado? As vértebras passam a se atritar mais do que deviam e produzem um desgaste que será refletido nos músculos que envolvem a coluna. O processo causa dor e tensão nas costas.

Alguma dicas para evitar problemas:


1. Ao sentar, deixe os calcanhares apoiados no chão e mantenha a coluna apoiada e relaxada no encosto da cadeira.

2. Ao andar, mantenha os ombros alinhados, relaxados, coluna ereta e cabeça erguida.

3. O cabo da vassoura precisa corresponder à sua altura. Também tente não inclinar o corpo para frente.

4. Agache-se com os joelhos dobrados, os pés afastados e o abdômen contraído.

5. Ao estender a roupa no varal, coloque-o em uma altura compatível com a sua, acessível aos braços.

6. Ao calçar o sapato, sente-se e cruze a perna de modo que alcance o pé sem curvar a coluna.

7. Mantenha-se ativo e flexível, faça pelo menos 30 minutos de exercícios diariamente

8. Pratique exercícios físicos que auxiliam na correção da má postura, como ioga, pilates e musculação.

9. Programe-se para levantar e caminhar no trabalho a cada 15 minutos

10. Mantenha seu peso saudável e não fume

 

Procure ajuda quando:medico-e-paciente

A dor persistir por mais tempo

A dor for incapacitante

As pernas ficarem fracas

Houver perda de sensibilidade

Houver dor noturna com o corpo

 

Fonte: http://tecnologiaparaoaliviodador.com.br

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *